DP - Como viver feliz sendo alcoólico

"Atualmente muitos são os que precisam de ajuda para se recuperar da doença do alcoolismo, porém, poucos são os privilegiados que encontraram Alcoólicos Anônimos."*
 
A cada dia, o alcoolismo está sendo visto pela sociedade em geral de uma forma mais humana e solidária.
 
Infelizmente grande parte da população ainda tem uma noção equivocada com relação a esta doença, que é reconhecida pela Organização Mundial de Saúde como uma das maiores causas de mortes prematuras no mundo. Esta doença não distingue sexo, raça, religião ou classe social.
 
Infelizmente todos conhecem alguma pessoa portadora desta doença e, na maioria das vezes, esta pessoa é um familiar, um amigo bem próximo ou um vizinho.
 
Seja como for, convivemos com pessoas que sofrem deste mal.
 
O alcoolismo, infelizmente, não tem cura, mas seus efeitos podem ser minimizados desde que o indivíduo se conscientize de que sozinho ele terá poucas chances de obter sucesso.
 
Existem muitas formas de se obter ajuda para os alcoólicos ativos, popularmente chamados de bêbados, e dentre elas encontrei *Alcoólicos Anônimos*, uma Irmandade de homens e mulheres que compartilham um objetivo comum: "Manter a sua sobriedade e ajudar outros a se recuperarem do alcoolismo".
 
Logo no início de minha jornada dentro de A.A. descobri que a maioria dos meus problemas poderia ser atenuado se eu não ingerisse o 1º gole. Esta sugestão simples e tão eficiente está me ajudando a recuperar as qualidades por mim desprezadas: respeito, amor-próprio, auto estima e dignidade.
 
Já havia algum tempo que eu não mais me importava com estas qualidades que hoje sei são fundamentais na construção do caráter de um ser humano respeitável. O "Programa de Recuperação" sugerido por A.A. é praticado de forma pessoal, mas as experiências de outros companheiros são de suma importância para nós que buscamos uma saída deste mundo de tristeza e amargura.
 
Muitos de nós precisamos passar por momentos de grande sofrimento para aceitar que somos alcoólicos, mas após admitirmos nossa doença, descobrimos que o álcool não é o que nós achávamos que era e então descobrimos que podemos VIVER e SERMOS FELIZES sem beber.
 
Atualmente muitos são os que precisam de ajuda para se recuperar da doença do alcoolismo, porém, poucos são os privilegiados que encontraram em Alcoólicos Anônimos uma condição real de "evitar o 1º gole" e melhorar seus relacionamentos pessoais e familiares, pois nossa doença afeta de forma impiedosa aqueles que convivem conosco e fazem parte do nosso cotidiano.
 
Graças aos que chegaram antes de mim, hoje posso relatar a vocês parte de minha história de vida. Espero poder desta forma estar ajudando alguém, assim como fui ajudado por aqueles que me receberam em minha primeira reunião.
 
E são estas as razões que me levam a dizer a vocês que existe uma saída e que o sucesso só depende de você. Venha assistir uma de nossas reuniões e nos dê a chance de mostrar lhe como estamos fazendo para mantermos nossas vidas plenas e felizes sem a bebida.
 
Tenha certeza de que você será bem vindo e nós ficaremos muito felizes pela oportunidade de conhecê-lo e tomarmos um cafezinho juntos.
 
(Vivência n° 98 Nov./Dez. 2005)