DP - Despertar espiritual, VIAGENS... ADENDO

DESPERTAR ESPIRITUAL, VIAGENS... ADENDO
 
TRÊS DIMENSÕES DE A.A. – julho de 1955.
Um membro de A.A. uma vez me disse que Ele era cético sobre o despertar espiritual, até perceber que o programa era a expressão sistemática de uma antiga oração jesuíta que tinha aprendido na infância. 

A oração era: 
“Toma. Senhor, e recebe toda a minha liberdade. minha memória, minha inteligência e toda a minha vontade – tudo o que tenho e possuo. Tu me deste: a ti Senhor, eu devolvo! Tudo é teu e podes dispor de acordo com a Tua vontade. Dá-me Teu amor e graça. Pois  isso é o suficiente para mim.” 

Eu disse ao meu amigo de A.A. que eu tinha medo da oração. Temia que, se fizesse essa entrega a Deus, às 8h da manhã poderia me arrepender por volta das 10 h. 

“ Como você sabe que vai  estar vivo às dez horas?”, 
disse ele “ Como você sabe se Deus poderá lhe ajudar ainda mais depois de fazer essa entrega? 
Essa é a maneira que A.A. me ensinou a olhar para a oração”. 

Disse ele. Desde então não tenho medo de oração. 
Esse membro de A.A. tinha me dado um entendimento da antiga oração jesuíta, que, que eu não tinha tido em 30 anos de cristianismo. Um ano depois, encontrei esse amigo A.A. e disse a ele que nossa conversa tinha me ensinado. 
“ Eu também aprendi alguma coisa naquela noite”, 
disse El “ Percebi, pela primeira vez que  a última frase da oração: “ 
Dê-me o Teu amor e Tua graça. Pois isso é o suficiente para mim.”
Isso significa que o que todos nós estávamos pedindo a Deus não era nada, exceto tudo, pois 
“com o Seu amor e Sua graça, tenho tudo”, 
meu amigo A.A. disse: 
“E essa é a dimensão mais profunda de A.A. – O amor de Deus e Sua graça.”