Artigos - O Martírio da embriagues

“A autopiedade é um dos mais infelizes e desgastantes defeitos que conhecemos. É um entrave a todo progresso espiritual e pode interromper toda comunicação eficiente com nossos semelhantes, por causa de sua excessiva exigência de atenção e simpatia. É uma forma piegas de martírio ao qual doentiamente nos damos ao luxo”.
“O remédio? Temos que dar uma boa olhada em nós mesmos, e uma olhada ainda melhor nos Doze Passos de recuperação de A.A.
Ao ver como muitos dos nossos companheiros de A.A. usaram os Passos para vencer grandes sofrimentos e adversidades, sentimo-nos inspirados para tentar praticar esses princípios tão úteis à vida”.

Carta de 1966
(Na Opinião do Bill, pg.238)