Artigos - O que é uma consciência de grupo esclarecida?

A consciência de grupo é a consciência coletiva dos membros do grupo, e representa portanto substancial unanimidade em qualquer assunto, antes que qualquer ação definitiva seja tomada. Os membros do grupo alcançam isso compartilhando completamente as informações, os pontos de vista individuais e através da prática dos princípios de A.A. Estar plenamente informado exige a disposição de ouvir a opinião da minoria com mente aberta.
    
Em questões delicadas, o grupo trabalha lentamente, desestimulando moções formais até que aflore um entendimento claro da visão coletiva. Colocando princípios acima de personalidades, os membros são cautelosos com as opiniões dominantes. O resultado baseia-se em algo mais do que uma simples contagem dos votos "a favor" e "contra", justamente por ser a expressão espiritual da consciência do grupo. A expressão "consciência de grupo esclarecida" significa que a informação pertinente foi examinada e que todos os pontos de vista foram ouvidos antes que o grupo votasse.

Livreto o Grupo de AA - Onde tudo começa (Pág 35).


 

Participar do processo que leva a consciência coletiva traz ganhos espirituais importantes para o membro de A.A. ameniza o ego e muda o seu comportamento quando, em decorrência, deixa de cultivar a separação. Acontece um importante ganho, um crescimento espiritual de grande valor para a recuperação do Alcoólico. Entramos num processo de querer ser diferente dos outros e de estar sempre com a razão, de querer que as coisas sejam do seu modo.

 

Por meio da Consciência Coletiva, as controvérsias podem ser resolvidas sem abalos emocionais. Sempre que se busca a consciência coletiva, percebemos que os gladiadores baixam as armas e os escudos. E se tornam hábeis em ouvir e entender e, sobretudo, em respeitar e aceitar os dons dos outros, bem como as suas limitações.

 

Ao longo da busca da Consciência Coletiva, aceitamos que somos diferentes, mas, que, por outro lado, estamos ligados aos demais membros pelas nossas feridas e pelo fato de estarmos aprendendo a lutar juntos, mais do que uns contra os outros. 


1. Os conflitos são resolvidos;

2. Os membros aprendem a desistir de facções e de compor pequenos subgrupos;

3. Aprendem a ouvir mutuamente e a não rejeitar; 

4. O silêncio de quem escuta representa uma abertura, uma disponibilidade em relação ao outro; 

5. É como criar uma zona de silêncio que significa confiança no outro; 

6. Dar um lugar aos outros é indispensável para que possamos desenvolver a nossa relação existencial; 

7. A amabilidade do acolhimento, da abertura, não exclui a personalidade de quem escuta, daquele que procura o verdadeiro em meio a múltiplas verdades; 

8. Só assim, se chega a plenitude do diálogo, da relação entre os membros de A.A.;

9. O diálogo assim desenvolvido, abre novas perspectivas em relação ao sentido da existência humana de cada um dos membros participantes, porque está voltado para um novo projeto de existência e não para um passado nostálgico;

10. O processo da busca estabelece uma nova relação entre os membros de A.A. e, uma visão maior, entre os seres humanos;

11. A Consciência Coletiva, estará recebendo energia de uma outra fonte, do Poder Superior.

 12. É como viver as tarefas do mundo tais como elas se apresentam.