Artigos - O significado de Saint Louis

O SIGNIFICADO DE SAINT LOUIS – BILL W. - abril 1955.
 
Quando chegar o próximo verão, terão se passado vinte anos desde que me encontrei pela primeira vez com o Dr. Bob – vinte anos desde que brotou a chama que iria converter-se em Alcoólicos Anônimos e tomou forma e substância no Grupo Número Um de A.A. em Akron. No próximo mês de julho, vamos celebrar nosso aniversário em Saint Louis – todos os que conseguirem chegar lá, talvez dez mil talvez vinte mil. E todos os que não puderem estar lá estarão, sem dúvida, em espírito e compartilharão conosco aquelas horas emocionantes e significativas quando lerem os relatórios. Saint Louis, não vai ser simplesmente um aniversário a mais, pela contundente razão de que  nunca poderá haver em todos os anos futuros, outra ocasião como essa.  Como em todos os aniversários que celebramos no passado, vamos agradecer a Deus por haver libertado de nossa escravidão; em agradecimento vamos render homenagem a todos os nossos amigos, íntimos e queridos, que nos acompanharam durante a noite escura da alma, recordaremos com gratidão de todos aqueles amigos do mundo cujas ideias, obras generosas e boa vontade contribuíram para fazer  com que o A.A. seja o que é hoje. Nos cumprimentaremos uns aos outros com carinhos que raras vezes se conhece em partes.  Trocaremos experiências, confessaremos que a Irmandade tem seus defeitos e pediremos, a Deus que nos ensine como
elimina-los. Contemplaremos o significado de nossa emocionante, embora curta , história e com fé firme, aceitaremos o destino que a Providência nos tem resevado. Em Saint Louis, faremos todas essas coisas. Mas também vamos fazer
algumas coisas que nunca mais poderemos voltar a fazer ; vamos afirmar que a infância e a adolescência de nossa Irmandade agora pertencem ao incrível e milagroso passado; que nossa Irmandade já chegou à sua maioridade; que agora nos leva a tomar total posição e nos tornar, completamente, responsáveis da herança que acumulamos desde os primeiros dias de A.A. – aquele legados vitais de Recuperação.,Unidade e Serviço. A unidade e funcionamento de nossa Irmandade já não dependerão mais de seus pais, dos idosos ou fundadores. Isto será o dignificado único e especial de Saint Louis. Significa que todos nós – o A.A. em seu todo – estamos, agora, completamente prontos para assumir a custódia das Tradições de A.A. – que assegurarão nossa futura unidade, e para nos encarregarmos dos serviços mundiais, através dos quais funcionaremos como Irmandade íntegra e dos quais estendem-se, para todas as partes do mundo, nossas principais cordas de salvação para milhões que ainda necessitam de A.A. Talvez isto soe vago, abstrato ou idealista. Mas na realidade n ao o é. A ideia básica é simples e prática. Na vida de cada família chega um momento em que os pais devem dizer para os filhos ou filhas : “ Já sois adultos. Aqui tens vossa herança. Podeis fazer com ela o que quiserdes. Velaremos por vocês, os ajudaremos, mas já não devemos decidir por vocês, atuar por vocês ou
protegê-los De agora  em diante, sereis responsáveis por vossas próprias vidas e bem estar. Agora deveis pegar pela mão ao vosso destino que Deus vos ame”. Todos sabem que um bom pai deve fazer isso. Num momento ou em outro, todos os pais Têm que , simplesmente, “se soltar e se entregar a Deus”. Isto é o que os veteranos colocarão para os senhores em Saint Louis. Pelo menos, isto é o que eu tenho a intenção de fazer já que acredito que isto seja uma decisão sadia, oportuna e acertada. No grande cenário do auditório de Saint |Louis, os senhores verão aos seus representantes eleitos à Conferência de Serviços Gerais de Alcoólicos Anônimos. Entre eles, verão os custódios de A.A. e os seus trabalhadores de serviços mundiais.  Quando chegar a hora final de nossa Conferência eu, em nome dos veteranos ...Mas, aqui, estou antecipando a surpresa. Lois e eu esperamos vê-los em Saint Louis.