Artigos - Perguntas sobre o 8º passo

1 - Com o que se preocupa o Oitavo Passo?

2 - Com o novo conhecimento obtido sobre nós, através da prática dos passos anteriores, o que podemos fazer em relação às pessoas que conhecemos?

3 - É tarefa fácil desenvolver e melhorar as relações com todas as pessoas que conhecemos? Podemos concluí-la?

4 - Por quê, aprender a viver em paz, sociedade e fraternidade com qualquer homem ou mulher é uma aventura comovente e fascinante?

5 - O esforço para descobrir como e quantas pessoas foram feridas pode ser considerado insignificante e ridículo?

6 - Qual o primeiro e mais difícil obstáculo de se sobrepujar na prática do Oitavo Passo?

7 - Ao relacionar as ofensas que dirigimos a outra pessoa, devemos considerar as afrontas que ela nos fez?

8 - Emoções doentias são exclusividade de alcoólatras?

9 - Abusamos da paciência de nossos amigos a ponto de esgotá-los? Provocamos reações ainda mais adversas naquele que, desde o início, não gostavam de nós?

10 - Estamos a ponto de pedir perdão para nós mesmos. Por que não começar por perdoar a todos?

11 - Que dizer da perspectiva de visitar ou mesmo escrever às pessoas prejudicadas?

12 - Que dizer dos prejudicados que eventualmente ainda não saibam que o foram?

13 - Posso afirmar que não prejudiquei ninguém além de mim?

14 - Eu pagava as contas e não bebia em casa. Será que prejudiquei minha família?

15 - Meus sócios e/ou meus empregadores não foram prejudicados porque nunca faltei ao meu trabalho Verdade?

16 - Poucos sabiam das minhas bebedeiras, portanto minha reputação não chegou a ser abalada. Será?

17 - Não fiz nada que não pudesse ou não possa ser reparado com uma desculpa banal...

18 - Por que, mesmo nos casos em que não haja reparação possível e em que os danos causados foram realmente pequenos, é importante o exame acurado, real e exaustivo?

19 - Os conflitos emocionais esquecidos podem ser considerados resolvidos?

20 - Além do objetivo de fazer reparações aos outros, que nos oferece a mais o exame de nossas relações pessoais?

21 - A reflexão calma e ponderada sobre nossas relações pessoais pode aprofundar nosso conhecimento?

22 - Que significa prejudicar outra pessoa?

23 - Que tipo de danos podemos causar a outra pessoa?

24 - Fomos (ou somos) irritáveis, críticos, impacientes ou mal-humorados?

25 - Damos mais atenção a um membro da família do que a outros?

26 - Tentamos dominar a família inteira?

27 - Sou (fui) depressivo, cheio de auto-piedade e arrasto (arrastava) os outros comigo?

28 - O que é o "começo do fim" de nosso isolamento de nossos semelhantes e de Deus?