DP - Vinte quatro horas de sobriedade

VINTE E QUATRO HORAS DE SERENIDADE
 
O conceito de viver apenas o dia de hoje em todas as minhas atividades. Perceber o valor prático de viver vinte e quatro horas. Faço a Oração da
Serenidade para "voltar". Ao meditar e agir nas vinte e quatro horas, o resultado é gratificante. A Oração da Serenidade não é um pedido suplicante.
É algo que emprego com intensidade nas minhas dificuldades. Sabedoria para distinguir: Um pedido de sabedoria pode ser-me atendido no futuro, mas como vivo só hoje, a sabedoria já foi concedida e de quebra penso melhor no que posso modificar hoje, e também no que não posso. 
 
Muitas coisas podem ser modificadas hoje ou no futuro. Conclui-se que cada dia tem suas possibilidades, oportunidades e limitações. Serenidade traz a
idéia de pessoa calma, plácida e tranqüila, algo impossível para mim no início de A.A..
 

Eu achava que isso era para um A.A. de 20 anos de sobriedade. Hoje já com mais de 20 anos de A.A., vejo as vinte e quatro horas como salvaguarda da idéia de tomar o primeiro gole e desequilibrar-me emocionalmente. O álcool não é o maior inimigo do alcoólico, mas auto-piedade e ressentimento dentro de mim sim, esses sentimentos são verdadeiros inimigos. 
 
Talvez você os conheça e chame de desengano, moléstia, incompreensão ou simplesmente de falta de sorte. Eles nos tiram a serenidade e não deixam
aceitar as condições de vida que não podemos modificar. Coragem para modificar aquelas que posso. Pensei que sabia o que significava coragem. 
 
Lembro-me muito bem que ao longo dos anos minha coragem tinha que sair de uma garrafa, era o que eu necessitava para suportar as partes duras de minha vida.
 
Agora sei que não posso usar a coragem engarrafada, mas peço e rezo por uma coragem de vinte e quatro horas. Entenda-se que não é a coragem para
controlar situações valentemente e que torna-me forte na vida, mas uma coragem persistente e inteligente, com capacidade de fazer hoje só o que devo fazer hoje, livre do medo e da preocupação, com respeito pelo resultado final. 
 
Minha coragem deve renovar-se a cada dia, assim como meu emocional e como o meu desejo de evitar o primeiro gole e de fazer o desligamento. Isso deve ser um valor contínuo, sem desvio, sem imprudência e sem medo de obstáculos. 
 
Até parece ser uma imensa ordem, mas como o efeito reduz-se a um só dia, é dentro desse dia que recebo a graça do Poder Superior. Alguém disse que a Oração não modifica as coisas, mas modifica a gente, e a gente modifica as coisas.
 
(Vivência nº 41 - maio/junho 98)